12 - Meu galardão (Eduardo Schenatto)


Jamais irei voltar atrás, pois decidido já estou.
Sou membro ativo do exército do Grande “Eu Sou”.
Nem mesmo as ilusões do mundo, poderão me distrair.
Minha coroa, o meu tesouro, não estão aqui...

Prossigo... Em minha jornada, não temo a perseguição.
Há anjos à minha retaguarda, me guardam da tentação.
Rejeito todos os manjares, não negocio a minha unção,
desprezo todas as miragens, no céu está o meu galardão.

O MEU GALARDÃO VEM DAS MÃOS DO SENHOR.
NÃO OLHO PARA O MUNDO OU PRO ACUSADOR.
DAS PEDRAS QUE ME LANÇAM IREI CONSTRUIR UM ALTAR PRA ADORAR.
O MEU GALARDÃO ME ESPERA NO CÉU.
ENQUANTO AQUI LUTAR, EU QUERO SER FIEL.
E NO FINAL DE TUDO, A MINHA RECOMPENSA, DEUS IRÁ ME ENTREGAR...

As provações que enfrento não se comparam com a glória, que terei.
Até o fim, eu levarei a minha cruz e das mãos de Jesus receberei...